Sabemos que os seguros de automóveis estão cada vez mais em voga no mercado brasileiro, tendo em vista os fatores externos que concretizam o interesse da população na procura desse serviço. Porém, ainda há uma pequena dúvida por parte dos consumidores quanto à avaliação do risco de acordo com o perfil a ser segurado.

Por conta disso, a advogada e diretora da Academia Nacional de Seguros e Previdência (ANSP), Ana Rita Petraroli, argumentou em recente palestra que um perfil completo e bem elaborado nos contratos de seguro de automóvel permite uma relação saudável entre as companhias de seguros e os segurados.

Ela destacou que não há o que temer quanto à exigência do perfil, já que esta prática bem aplicada garante tranquilidade a todos. Além disso, abre as portas para consumidores que estão fora do mercado de seguros, desde que esteja disposto a pagar por esse produto. “É uma relação saudável para todo mundo, porque existe justiça na precificação”, ponderou.

Segundo a especialista, o perfil mal elaborado dá margem a fraudes, já que muitas vezes somente na regulação de um sinistro é que se questiona o perfil. O consumidor, por sua vez, não pode mentir nas informações prestadas inicialmente, porque em caso de sinistro a indenização poderá ser negada. “As seguradoras hoje tem um comportamento muito responsável nesta relação com o segurado, quando chega a acontecer algum problema é porque houve alguma falha no processo, podendo inclusive estar na elaboração do perfil”.

Em destaque: os advogados Ana Rita Petraroli e Douglas Palavro Marques em palestra realizada com o apoio do Sincor

Saiba como escolher o melhor seguro para o seu carro aqui.
About these ads