Tags

, , ,

O ex-ministro da Justiça Marcio Thomaz Bastos confirmou ter sido contratado pelo empresário Eike Batista para defender seu filho, Thor Batista, que atropelou no final de semana um ciclista na Rodovia Washington Luís, no Rio de Janeiro.

Thomaz Bastos é especialista em direito criminal e é conhecido por cobrar um dos honorários mais altos do país.

Thor Batista foi acompanhado de um advogado do escritório de Marcio Thomaz Bastos depor na Delegacia de Xerém nesta manhã.

De acordo com Thomaz Bastos, Thor Batista dirigia sua Mercedes SLR McLaren abaixo do limite de 110 km por hora da estrada. “Provaremos isso facilmente com a perícia”, disse o advogado.

Thomaz Bastos, ministro durante o primeiro mandato de Lula, também defende o médico especialista em reprodução humana Roger Abdelmassih, acusado de molestar pacientes.

Entenda o caso

Thor tinha diversos pontos na CNH por excesso de velocidade

O filho mais velho do empresário Eike Batista e da ex-modelo Luma de Oliveira, Thor Batista, de 20 anos, se envolveu em um acidente de carro na noite do dia 17. Ele é suspeito de atropelar e matar Wanderson Pereira dos Santos, de 30 anos, que passava de bicicleta pela Rodovia Washington Luís, em Xerém, distrito de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro.

O caso está sendo investigado pela 61ª Delegacia de Polícia (Xerém). O ciclista teria sido atingido pela Mercedes Benz McLaren prata do filho do bilionário na pista sentido Rio. A vítima morreu na hora.

Thor Batista pode ser acusado de homicídio culposo – sem a intenção de matar. Em princípio, as informações são de que ele e um amigo que o acompanhava foram submetidos ao teste do bafômetro. Não foi identificada a ingestão de bebida alcoólica.

Um advogado da família Batista esteve na delegacia e levou o carro de Thor, com a promessa de manter as condições em que o veículo ficou após o acidente. Com o impacto do atropelamento, o Mercedes ficou amassado. A tia e uma prima da vítima também estiveram na delegacia.

O corpo de Wanderson foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) na manhã deste domingo. Não há ainda informações sobre o sepultamento.
Fonte: Sisea

Anúncios