Tags

, , , ,

Oscar segue treinando normalmente no Beira-Rio, o que causa irritação ao São Paulo

Depois de o São Paulo notificar o Inter por meio de seu site oficial na tarde desta quarta-feira repudiando os treinos do jogador Oscar em Porto Alegre, o advogado do clube gaúcho, Rogério Pastl, disse que ainda não teve acesso ao conteúdo da nota, mas que conversou com o presidente Giovanni Luigi a respeito do assunto. A ordem, no Beira-Rio, é não debater a questão em público.

Pastl concedeu entrevista aos jornalistas Nando Gross e Filipe Gamba no programa Hoje nos Esportes, da Rádio Gaúcha, no final desta tarde, e comentou que estranha a notificação do São Paulo ter sido feita por meio do site oficial do clube e não pelos “meios competentes”. O clube paulista alega “aliciamento” por parte do Inter devido à presença de Oscar nos treinamentos realizados em Porto Alegre.

— Uma situação de aliciamento seria, por exemplo, alguém esperar o jogador sair do treinamento e, na frente do Centro de Treinamentos, fazer propostas, ou mandar propostas por meio de empresários. E essa não é a situação do Inter, que tem contrato com o Oscar. Aliciar é forçar, é obrigar uma pessoa a fazer o que não quer. Falo sem olhar a notificação. Não vamos discutir isso publicamente por uma razão bem simples: temos um atleta profissional que sofre pressão do São Paulo e que, até agora, cumpre seu contrato com o Internacional — declarou Pastl.

Em seguida, o advogado colorado comentou que se a decisão mandasse o jogador se apresentar no Morumbi em determinada data, a situação seria diferente. E reiterou que não há obrigatoriedade de o trabalhador se apresentar em um local no qual não deseja trabalhar. Disse, também, que uma denúncia do São Paulo contra o Inter em virtude da participação de Oscar nos treinamentos pode acontecer, mas classifica uma possível punição como “improvável”.

— Temos uma estratégia sólida, bem montada. A demanda jurídica nos obriga a passar por São Paulo — disse, devido ao caso estar em trâmite no Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo (TRT/SP), no qual Oscar saiu derrotado em segunda instância na semana passada. — Com relação à notificação, minutos antes conversei com o Luigi e o presidente foi claro ao dizer que não recebeu essa notificação — complementou Pastl.
Fonte: ZH

Anúncios