Tags

, , ,

Vladimir Putin acaba de tomar posse como Presidente da Rússia, tendo prestado juramento sobre a Constituição do país.

Com a mão direita sobre a Constituição, Putin disse: “No exercício das competências de presidente da Federação da Rússia, juro respeitar e defender os direitos e liberdades das pessoas e dos cidadãos, respeitar e defender a Constituição da Federação da Rússia, defender a soberania, a independência, a segurança e a integridade do Estado, servir fielmente o povo”.

Em seguida, o presidente do Tribunal Constitucional, Valeri Zorkin, declarou que o novo presidente acabara oficialmente de tomar posse, seguindo-se a execução do hino da Rússia pela orquestra e coro. Vladimir Putin foi então cumprimentado pelos presentes.

Um pouco sobre Putin

Vladimir Putin nasceu a 7 de outubro de 1952 em Leninegrado (São Petersburgo a partir de 1991) em uma família de operários. Desde menino que se dedicou ao desporto, adorava filmes sobre a vida e o trabalho dos agentes secretos.

Em 1975 formou-se em Relações Internacionais pela Faculdade de Direito da Universidade Estatal de Leninegrado. Após o curso superior, foi colocado a trabalhar nos órgãos de segurança nacional.

Em 1984 ingressou na Escola Superior do KGB (atualmente Escola Superior do FSB), tendo como a especialidade o estudo de países germânicos.

Em 1985 foi enviado em missão de serviço para a RDA onde, até os finais de 1989, dirigiu a Casa de Amizade entre a URSS e a RDA em Dresden.

De regresso a São Petersburgo, passou a ocupar cargo de conselheiro do presidente da Câmara Municipal desta cidade, Anatoli Sobtchak, que conhecera ainda nos tempos da universidade. Desde 1994 exerceu funções de vice-presidente do governo de São Petersburgo, sendo responsável pela área de investimentos, estabelecimento de parcerias com empresas estrangeiras e instituição de empresas mistas.

Em 1992, demitiu-se do KGB com a patente militar de coronel.

Em agosto de 1996, depois de se mudar para Moscou, se tornou o vice-chefe da Casa Civil e mais tarde chefe do Departamento Geral da Supervisão do Gabinete de Presidente da FR, tendo sucedido nesse posto a Alexei Kudrin.

Em julho de 1998, foi nomeado diretor do Serviço Federal de Segurança (FSB) e, em simultâneo, desde março de 1999, assumiu o cargo de secretário do Conselho de Segurança Nacional.

Em agosto de 1999 foi nomeado primeiro-ministro.

A 31 de dezembro de 1999, após a demissão voluntária de Boris Ieltsin, tornou-se Presidente interino da Rússia.

Em 26 de março de 2000, foi eleito presidente da Rússia com 52,94% dos votos dos eleitores, tendo tomado posse em 7 de maio de 2000.

Em 14 de março de 2004 foi reeleito para um segundo mandato, com 71,31% dos votos.

Em abril de 2008, foi eleito líder do Rússia Unida, embora não seja filiado neste partido político.

Em 7 de maio de 2008 deixou de desempenhar as funções de Presidente.

De 8 de maio de 2008 até 6 de maio de 2012 foi primeiro-ministro do Governo da FR.

No outono de 2011 candidatou-se à Presidência pelo partido Rússia Unida.

Nas presidenciais de 4 março de 2012 venceu com 63,6% dos votos.

Vladimir Putin fez um mestrado em Ciências Econômicas e domina dois idiomas estrangeiros – alemão e inglês.

Possui o título de mestre em lutas desportivas sambo e judô. Pratica esqui alpino. É casado e tem duas filhas.
Fonte: VozdaRussia

Veja porque oposicionistas dizem que eleição foi manipulada, aqui.

Anúncios